Confraria Floydstock

Música é assunto para a vida toda

PUBLICIDADE

Rick Wakeman, sobre quando gravou com o Black Sabbath: “Todo mundo estava em coma!”

Tecladista fala sobre trabalho com a banda de Ozzy Osbourne em nova entrevista

Rick Wakeman tem se lembrado do tempo em que trabalhou com o Black Sabbath nos anos 70 e e com Ozzy Osbourne no álbum “Ozzmosis” de 1995, e você pode assistir a um videoclipe da entrevista abaixo.

Wakeman foi um convidado do podcast The Metal Voice, que gravou um Q+A especial com o maestro dos teclados na Paramount em Nova York, onde ele relembrou como se envolveu no álbum “Sabbath Bloody Sabbath” do Black Sabbath, enquanto gravava “Tales From Topographic Oceans” com o Yes. Ambos os álbuns foram gravados no Morgan Studios em Willesden Green em 1973. Wakeman aparece na faixa do Sabbath, “Sabbra Cadabra“.

Relacionado:

Éramos grandes amigos, quero dizer, Ozzy e Tony e eu somos amigos desde o final dos anos 1960. Houve um estágio em que Black Sabbath e Yes estavam no mesmo escritório de administração e nós apoiamos o Sabbath em 1972. Eles são grandes amigos e estávamos gravando em um estúdio em 1973 e eles estavam gravando na estrada em outro estúdio. E este estúdio tinha um bar que funcionava 24 horas por dia.

Então está bastante ocupado, e Ozzy me disse: ‘Tenho algumas coisas que realmente precisam ser feitas no teclado do álbum’. O que era muito incomum para um álbum de metal (na época). É tão comum quanto a lama agora. Mas ele disse: ‘Você viria fazer isso para nós?’ Eu disse ‘Sim, eu farei isso por você, sem nenhum problema.

Então, planejamos fazer isso logo após a meia-noite, após o término das sessões do Yes. Eu iria para a estrada e entraria, e havia (grandes) quantidades de álcool. Entrei no estúdio e eles estavam todos inconscientes em uma pilha. Eu não estava muito longe disso. A única pessoa que estava menos sóbria era o operador de fita, um jovem rapaz que estava apavorado. Ele disse: ‘Eu coloquei onde eles querem que você toque e Ozzy disse que você saberia o que tocar’. Eu disse, ‘Não faço ideia?’

Então eles colocaram. Eu ouvi algumas vezes, pensei em coisas para fazer, então fiz isso. ‘Bem, espero que funcione e se não funcionar, tenho certeza que eles vão me avisar e eu ‘vou vir e fazer de novo’ E naquele momento Ozzy abriu os olhos e se aproximou um pouco e vou mudar o adjetivo, ele apenas fez ‘BLOOMING BRILLIANT’ e então ficou inconsciente de novo.

Muitos anos depois, na verdade, cerca de 22 anos atrás, e meu filho Adam, meu segundo filho mais velho, me ligou e disse: ‘Acabei de me juntar ao Ozzy’. Ele disse: ‘Ozzy queria fazer algumas faixas de “Sabbath Bloody Sabbath” que você tocou. Você pode me dizer o que você tocou?’ Eu disse que todo mundo estava em coma. ‘Sim, foi o que Ozzy disse’. Eu disse resolva isso e quando você fizer isso, me avise!

Wakeman também falou sobre voltar com Ozzy em seu álbum solo de 1995, “Ozzmosis“. A dupla também trabalharia no álbum “Return To The Center Of The Earth” de Wakeman, de 1999.

Eu fiz o álbum “Ozzmosis” dele, que eu acho que é um dos melhores álbuns de todos os tempos, é como um álbum de prog metal, é brilhante. E aquele era um Ozzy totalmente diferente. realmente inteligente, ele é um cara muito inteligente, ele é muito inteligente musicalmente e ainda somos grandes amigos.

Via PROG

PUBLICIDADE

Assuntos
Compartilhe

Comentários...

1 comentário em “Rick Wakeman, sobre quando gravou com o Black Sabbath: “Todo mundo estava em coma!””

Deixe uma resposta

Veja também...

PUBLICIDADE