Confraria Floydstock

Música é assunto para a vida toda

PUBLICIDADE

Iron Maiden – Steve Harris: “agora é qualidade e não quantidade”

O baixista falou sobre o ritmo de carreira, em sua banda principal, com o British Lion e sobre a qualidade vocal de Bruce Dickinson

Os membros do Iron Maiden podem estar envelhecendo, mas sua paixão pela música e pela performance não diminuiu. Para alguns dos membros, como o baixista Steve Harris, essa paixão só cresceu, e é por isso que ele tem um projeto paralelo de hard rock chamado British Lion, explicou ele em uma nova entrevista.

“Bem, quero dizer, o que mais vou fazer em um dia de folga? Você sabe o que eu quero dizer? Adoro jogar futebol e outras coisas, e tocar com o British Lion, leva uma hora, e na verdade é muito menos estressante do que tocar com o Maiden, porque é um material diferente. E é um desafio. Mas com o Maiden é um pouco mais estressante, pelo menos no início da turnê. É muito mais pressão, com uma nova turnê como a que estamos fazendo.”

Relacionado:

Ele acrescentou que não poderia ter começado a banda anos atrás por causa da agenda lotada de turnês do Iron Maiden, então ele aproveita a oportunidade para fazê-lo agora.

“Comecei o British Lion há 11 anos; Toco com eles há 11 anos. Mas antes disso eu não teria conseguido, porque o Maiden estava muito ocupado. Nos últimos 10 anos, o Maiden não esteve tão ocupado; não estamos em turnê há tanto tempo. Então, basicamente, isso me permitiu ter um pouco de tempo para fazer outra coisa.”

O fato de Harris ter começado uma nova banda aos 50 anos e ter continuado tocando em pequenos clubes com essa banda por 11 anos, enquanto também participava de festivais e turnês em arenas com o Iron Maiden é bastante impressionante, mas também é a resistência que cada membro tem em geral. Ainda assim, Harris reconhece que a resistência vem mais facilmente para ele do que para o cantor Bruce Dickinson, o que forçou o Iron Maiden a desacelerar um pouco.

“Sim, ainda gosto de tocar, então, sim, toco o máximo que posso. Ficarei feliz em tocar quatro ou cinco noites por semana, mas você não pode fazer isso sendo cantor. Foi difícil para Bruce naquela época, muito menos agora. Acho que ele está cantando melhor do que nunca, mas agora é qualidade, não quantidade, com o Maiden.”

Via Metal Sucks

PUBLICIDADE

Assuntos
Compartilhe

Comentários...

Deixe uma resposta

Veja também...

PUBLICIDADE